Tatame para academia: quando devo trocar?

Em uma academia focada na prática de artes marciais, o tatame é o coração e a alma do negócio. O tatame para academia é o ponto diferencial para conquistar a confiança dos atletas e, consequentemente, conquistar novos clientes e, assim, crescer cada vez mais a sua academia.

Dessa forma, o tatame para academia merece atenção e cuidados com a manutenção e higienização para que se mantenha um ambiente sempre seguro e saudável para os atletas poderem lutar.

Mas você sabe como cuidar do tatame da sua academia? Quais cuidados de manutenção e higienização são necessários? De quanto em quanto tempo você deve trocá-lo?

Se você tem essas dúvidas, este post vai lhe ajudar. Continue a leitura para saber quando você deve trocar o tatame para academia.

Tatame para academia

Como fazer a avaliação do tatame para academia

Antes de sair comprando ou trocando o tatame para academia, é preciso entender o estado em que ele se encontra. Um bom tatame para academia tem que ter um material de qualidade, que seja resistente e seguro o suficiente para suportar o impacto da prática das lutas.

Se você opta por adquirir um tatame de lona para a sua academia, você consegue aliar segurança, conforto e o bem-estar dos seus atletas durante a prática esportiva com a extensão dos anos de uso do tatame.

A qualidade do tatame influencia nos anos de uso

Ao optar por um tatame de lona para a academia, devido à qualidade do material, você consegue uma boa vantagem em relação ao custo do seu investimento e aos benefícios que você vai ter com os anos prolongados deste tatame, caso siga uma rotina de manutenção e higienização correta.

Isso porque o tatame de lona tem como matéria-prima o vinil PVC de dupla face, tendo a bainha reforçada e sendo soldado, evitando costuras que, com o tempo e o contato físico, podem acabar rasgando devido ao desgaste.

Dessa forma, com esse tatame para a sua academia, a manutenção fica bem mais fácil e viável, o que prolonga a vida útil do seu tatame. Você pode limpar o tatame da sua academia de forma simples e eficiente com um álcool gel ou com sabão neutro e pano macio.

Mas, fique atento! Não utilize produtos solventes, como removedores, aguarrás ou querosene. Tampouco palha de aço ou buchas abrasivas. Esses produtos vão acabar agredindo o tatame e reduzindo consideravelmente a vida útil do material, causando uma deterioração precoce.

Quando devo trocar o tatame?

Como você pode conferir até agora, o tatame para academia pode ter uma vida útil prolongada conforme o material que você escolheu para montar o seu espaço de luta. A rotina de higienização e manutenção também influencia no tempo de vida do tatame.

Ao optar por um tatame de lona, você consegue fazer uma opção mais acertada para a sua academia, uma vez que vai fazer uma boa aquisição. Você vai investir na qualidade do tatame para academia e evitar ficar trocando de tempos em tempos por conta do material, que é mais difícil de rasgar ou deteriorar-se.

Você conferiu a importância da qualidade do material do tatame para academia e como isso vai influenciar no seu bolso e na durabilidade do mesmo. Quer conferir mais dicas para a sua academia de luta? Dá uma olhada no nosso blog!

*Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total, parcial ou divulgação comercial deste conteúdo sem prévia autorização da CIKALA® .

Tratamentos para piscina: Cloro, Ozônio e Salinização

Qual o tipo de tratamento para piscina é a primeira dúvida que surge quando decidimos ter uma piscina. Essa preocupação surge não somente por conta do visual, que claro, faz a piscina ser mais atrativa,  mas principalmente porque, uma piscina suja e com água contaminada, favorece a proliferação de bactérias, fungos e vírus, podendo acarretar em diversos problemas de saúde para os usuários.
Pensando na estética e na saúde iremos apresentar a vocês três tipos de tratamentos muito utilizados.

1- Cloro

O tratamento para piscina com cloro é o mais usado aqui no país. Por ter a capacidade de desinfecção da água, por meio de uma reação química, o cloro elimina bactérias, vírus e fungos, assim, evita que microrganismos causem doenças, como por exemplo, a micose. 
Esse primeiro tratamento, funciona de uma forma bem simples, mas exige alguns cuidados, como por exemplo, aferir diariamente a qualidade da água, principalmente em dias quentes.
Uma das principais vantagens de utilizar essa forma de tratamento, é a eficiência que o produto tem ao eliminar microrganismos prejudiciais à saúde, o baixo custo, além de ser um produto compatível com os equipamentos disponíveis no mercado.
Apesar de tantas vantagens, vale ressaltar que o cloro pode causar alergias em algumas pessoas, resseca a pele e os cabelos e muitas vezes causar irritação nos olhos. Por ter um efeito com pouca durabilidade, deve ser repetido com frequência, além de impedir o uso quando for tratada.

2- Ozônio

Outro tratamento bastante conhecido é o ozônio e é considerado um dos mais eficientes e ecologicamente corretos. É um gás natural, que protege os seres vivos, como um filtro e destrói microrganismos presentes na água 3.120 vezes mais rápido que o cloro e não causa alergias.
O tratamento é realizado por um gerador de ozônio que é instalado na rede de circulação de água, transformando o oxigênio da água em ozônio, consequentemente, o gás chegará até a piscina promovendo a desinfecção da água.
Além de não causar alergias, o uso do ozônio, reduz os casos de inflamações nos ouvidos. Por ser um processo automático, a qualidade da água sempre estará próxima da ideal, não sendo necessário o uso de outros tratamentos. Será muito mais agradável o uso, pois não tem cheiro e não resseca a pele e os cabelos.
Para ter esse tipo de tratamento na sua piscina, será necessário desembolsar um valor maior do que as demais opções, além de só funcionar com energia elétrica.

3- Salinização

Todo mundo sabe das propriedades antissépticas dos sal e desde os anos 90, o tratamento para piscina com sal se popularizou, principalmente para evitar alergias causadas pelo cloro.
Muitas pessoas acreditam que ao iniciar esse tratamento, a piscina ficará parecida com a água do mar, mas a quantidade de sal será 10 vezes menor que do mar.
Por meio de um equipamento de célula eletrolítica instalado na piscina é produzido um cloro natural através de um processo conhecido como eletrólise e esse cloro natural acaba sendo menos prejudicial que o cloro industrializado.
Esse tipo de tratamento traz várias vantagens, como por exemplo, a redução do uso de componentes químicos tóxicos, por ter um funcionamento de autolimpeza, requer muito menos manutenção que a piscina de cloro, o custo é pelo menos 50% menor para a manutenção, além de ser muito mais agradável, pois não causa alergias e irritações.
É necessário saber que caso essa seja a sua escolha, com esse tipo de tratamento, a bomba tem de estar constantemente ligada, podendo aumentar os gastos com energia elétrica. Outra desvantagem é que pelo fato do sal ser uma substância corrosiva, pode danificar as áreas de metal e a sua superfície. E embora a manutenção seja mais barata, o investimento inicial será mais elevado do que de uma piscina comum.

Para todos os tipos de piscina, recomenda-se o uso de capas para piscina, pois elas evitam folhas e sujeiras, trazendo maior economia no tratamento para piscina ou reabastecimento de água.

Piscina verde: 3 maneiras de resolver esse problema

Uma piscina limpa e cristalina é sempre mais convidativa, certo? Mas nem sempre ela está com esse aspecto. A falta de cuidados deixa a água repleta de algas, lodo e com cor esverdeada e turva.
Ou seja, o espaço fica totalmente inapropriado para uso e se transforma em uma fonte de malefícios à saúde. Se você precisa se livrar desse problema, não se preocupe: existem diversas maneiras de fazer isso com eficiência. Neste artigo, você confere as principais e descobre como colocá-las em prática para não ter mais uma piscina verde em casa. Então, boa leitura e mãos à obra!

  1. Trate a piscina
    Se a situação não estiver muito alarmante, a primeira maneira de eliminar a piscina verde é através de um bom tratamento. Existem alguns kits para testar níveis de cloro e pH que determinam a gravidade do problema. Níveis muito baixos de cloro são um dos principais estímulos ao desenvolvimento de algas na água, por isso precisam ser ajustados de forma a “matar” esses resíduos.
    Assim que os compostos químicos forem adicionados durante a limpeza da piscina, a bomba deve ser ligada para fazer com que eles circulem por toda a sua extensão. Em seguida, faça o processo de filtragem e garanta que o filtro esteja limpo para sugar as impurezas restantes com eficácia. Ele deve permanecer em ação por 24 horas.
  1. “Choque” a piscina verde
    Esse termo a princípio parece inusitado, mas se refere a um tratamento de choque realizado na piscina verde. Se a tentativa anterior não for suficiente para o estado em que ela se encontra, é preciso ir mais além e “chocá-la” com cerca de 70% de cloro, proporcional ao volume que o espaço comporta, e repetir a manutenção. Assim, as algas e bactérias mais fortes serão eliminadas de vez.
    Por vezes, essa ação deve ser feita durante alguns dias. Então, observe a transparência da água para determinar essa necessidade. Neste caso, também será preciso utilizar produtos denominados “algicidas“, que devem agir também por 24 horas. E, durante todo o tempo de filtragem, limpe constantemente o recipiente do filtro. Do contrário, ele ficará muito cheio e as algas e detritos recolhidos voltarão para a piscina de forma imperceptível, já que perdem a coloração esverdeada.
  1. Aspire as algas e utilize uma capa de proteção
    Essa é uma maneira mais simples, que também depende da quantidade de algas que deixam a sua piscina verde. Elas podem ser aspiradas com o equipamento apropriado para isso, em uma ação bastante rápida.
    Em seguida, é preciso novamente fazer a filtragem. Esse também pode ser um processo complementar às outras duas sugestões, apenas para dar um toque final e deixar o resultado mais satisfatório. Por fim, mantenha sempre a superfície coberta por uma capa de proteção, para maior conservação. Assim, a chuva e as ações do tempo não interferem no aspecto e até mesmo seu trabalho para realizar a limpeza periódica será muito menor.
    Pronto! Depois de se livrar desse problema, agora é só ter disciplina para manter os cuidados em dia. Sua piscina agradece e você, sua família e seus amigos poderão sempre aproveitá-la ao máximo.

*Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total, parcial ou divulgação comercial deste conteúdo sem prévia autorização da CIKALA.

CK600 é um tatame profissional para academias?

Abrir sua própria academia de lutas é um processo que requer bastante estudo, análise e conhecimento do mercado para conseguir fazer os investimentos certos, com os menores custos possíveis para poder aumentar seu retorno financeiro.

Para conseguir diferenciar-se em um mercado bastante concorrido, investir em equipamentos de boa qualidade, que forneçam segurança e conforto para os atletas praticarem as lutas, é algo fundamental. E, se tratando da prática de artes marciais, o tatame é um equipamento que precisa de mais atenção e investimento, uma vez que é o local em que as lutas serão desenvolvidas.

Desse modo, considerar a instalação de um tatame profissional torna-se um ponto fundamental e diferencial da sua academia. Uma boa opção pode ser a lona CK600 para estruturar o seu tatame. A seguir, você confere por que a lona CK600 é a melhor opção para um tatame profissional em sua academia.

Como estruturar um tatame profissional?

Ao estruturar a área de ringue para a prática das artes marciais em sua academia, um dos pontos principais é definir a área disponível para montar o seu tatame profissional. É comum encontrar espaços que precisam ser adequados uma vez que as construções dos estabelecimentos possuem medidas diferentes e você precisa otimizar ao máximo o seu espaço.

Sendo assim, ao optar pela lona CK600 para montar seu tatame profissional você conta com a vantagem de fazer o seu tatame nas medidas exatas que você dispõe no seu espaço, com qualidade e material confiável, seguro e confortável para a prática das lutas pelos atletas.

Por que escolher a lona CK600?

Ao pensar em um tatame profissional, a opção pela lona CK600 é uma das mais recomendáveis, uma vez que o material que é utilizado é de extrema qualidade, facilita a higienização e promove mais segurança para os atletas.

Um tatame profissional deve, principalmente, proporcionar segurança para o atleta. Ao optar pela lona CK600 você aumenta o atrito do atleta com o tatame devido à natureza do material, além de garantir um espaço seguro que absorve adequadamente a queda do atleta ao solo, o que é inevitável em esportes de contato dessa natureza.

A lona CK600 é confeccionada com uma lona vinílica PVC dupla face, um material mais resistente que proporciona maior durabilidade ao tatame profissional em relação aos demais tatames encontrados no mercado.

Higienização do tatame

Um diferencial da sua academia de lutas certamente será o quão higiênicos e limpos são seus espaços e equipamentos dedicados para a prática das lutas marciais. A higienização do seu tatame profissional também é uma questão de segurança e conforto para os seus atletas.

A lona CK600 também tem a vantagem de ser feita com um material extremamente prático e fácil de manter. A simples aplicação de um álcool em gel ou um sabão neutro com água já mantém seu tatame profissional limpo e saudável para seus atletas praticarem as lutas esportivas.

Você pode conferir as razões pelas quais a lona CK600 é indicada para montar um tatame profissional em sua academia de artes marciais.

Quais cuidados devo ter com a minha capa para piscina?

A capa é um produto que serve, de forma básica, para proteger a água da piscina, evitando que caiam nela folhas, flores, insetos e outros detritos que, além de deixarem a piscina mais feia, patrocinam o surgimento de algas e bactérias.
Existem especialmente três tipos de capa: a capa de proteção (que protege a água da piscina); a capa de segurança (que resguarda as pessoas e os animais da casa); e a capa térmica (que mantém a temperatura da água aquecida).
Seja qual for o tipo de capa que você tem, é preciso ter certos cuidados com ela. Dessa forma, o acessório não vai se acabar antes do tempo e poderá até ultrapassar seu período estimado de vida útil. Veja a seguir quais os cuidados que você deve ter com a sua capa para piscina.

1. Não deixe a capa no sol

Por mais durável e resistente que a capa para piscina seja, se ela for térmica não é correto deixá-la exposta ao sol nem mesmo por cinco minutos. Nesse período, pode haver um superaquecimento.
Quando retirá-la, coloque-a em um local sombreado. Outra opção é cobri-la com um protetor.

2. Use a capa para piscina na posição correta

No caso da capa térmica, na hora de colocar a capa sobre a piscina, o certo é deixar a parte com bolhas em contato com a água e a parte lisa voltada para cima.
O uso indevido do produto, além de prejudicar sua funcionalidade, compromete sua durabilidade.

3. Tenha cuidado com o uso de produtos químicos

Existem capas para piscina que são resistentes a produtos químicos, como cloro e algicidas. Outras, no entanto, podem ser vulneráveis a eles.
Nesse último caso, o certo é remover a capa antes da aplicação do cloro e/ou do algicida (principalmente, se fizer tratamento de choque) e só recolocar a capa quando os níveis de cloro ficarem estabilizados, ou seja, entre 1 a 3 ppm (partes por milhão).
Usando um kit específico  é possível medir a quantidade de cloro, o pH e a alcalinidade da água. O pH ideal é aquele que fica entre 7,2 e 7,8.
Para saber se a capa para piscina é resistente aos tratamentos químicos, leia bem as especificações técnicas disponíveis no site do fabricante.

4. Use um removedor de capa

Nunca deixe as bolhas da capa entrarem em atrito com as bordas da piscina no momento em que for retirá-la.
O ideal é usar um removedor de capa para realizar o procedimento. Além de mais rápido, é mais seguro para a capa e para o usuário.

5. Tenha cuidado com o peso

As únicas capas projetadas para suportar peso são as capas de segurança. As capas de proteção e as capas térmicas não suportam peso.
Se você tem uma capa térmica ou uma capa de proteção, fique atento para que as crianças e os animais da casa não andem sobre ela, pois podem acontecer graves acidentes.
Se você possui uma capa de segurança, fique atento à quantidade de peso máximo que ela suporta, dependendo da espessura (quantidade de micras) e da matéria-prima usada. Há capas que suportam até 150 kg, outras suportam até 300 kg, ou seja, o dobro.
Seja como for, as capas de segurança não foram feitas para ficarem pulando em cima ou correndo sobre ela. Também é preciso tomar cuidado com as unhas dos cães, pois elas podem perfurar o PVC.
Enfim, a capa para piscina é um produto muito valioso para quem tem piscina, mas é necessário ter determinados cuidados com ela. Recomenda-se ler, no site do fabricante/vendedor, todas as informações sobre a mercadoria, pois assim você saberá como cuidar dela corretamente.

*Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total, parcial ou divulgação comercial deste conteúdo sem prévia autorização da CIKALA.

Qual a capa térmica para piscina mais recomendada?

A capa térmica é um item importantíssimo para quem tem piscina aquecida. Além de conservar a temperatura da água, ela ainda protege o espaço de sujeira e mantém a manutenção química sempre em dia.

Porém, ao pesquisar, antes de fazer a aquisição, não são poucas as opções existentes no mercado. Cada uma apresenta preço e características diferentes, o que costuma deixar o consumidor em dúvida.

Então, como saber qual é a capa térmica para piscina mais recomendada? Algumas dicas estão neste artigo, então, continue a leitura!

Avalie o custo-benefício ao escolher a capa térmica para piscina

Na hora de comprar uma capa térmica para piscina, é comum que o usuário observe somente o preço. Muita gente opta por pagar menos sem averiguar a qualidade do produto, e, ao realizar a instalação, percebe que comprou basicamente um simples plástico bolha.

A melhor capa, porém, também não é necessariamente a mais cara. Muitos fabricantes cobram caro pelo metro quadrado, quando na verdade, mal investem em tecnologia para aprimorar a qualidade do produto. Sendo assim, é preciso encontrar um equilíbrio no custo-benefício do acessório, para fazer um bom uso por um valor justo.

Observe a composição do produto

A capa térmica para piscina mais recomendada é aquela que tem um material de alta durabilidade. Isso significa que deve ser resistente, com a espessura do filme mais uniforme e sem nenhum ponto específico frágil.

Além das ações do clima, a capa também deve ser bastante espessa para aguentar o contato com os produtos químicos na água. É importante observar também a dimensão das bolhas de ar, para ter certeza de que além de aquecer, ela também impede a evaporação.

É fundamental adquirir uma capa com o tamanho certo da piscina. Se houver trechos destampados de água, o produto não conseguirá fazer bem seu trabalho e não apresentará um resultado satisfatório. Seu investimento não valerá a pena e você terá muito mais gastos com aquecimento.

Capa térmica para piscina

Leve em conta o revestimento de sua piscina

Pouca gente sabe, mas avaliar o revestimento da piscina é fundamental para encontrar uma boa capa térmica. Para revestimentos mais escuros, o ideal é que a capa térmica tenha a cor azul marinho, para que a translucidez do acessório conserve sempre a integridade do material da estrutura.

Além disso, a capa precisa permitir ao máximo a passagem de raios solares. Assim, eles refletem nas paredes da piscina e isso dá início a um processo de absorção de calor. A água fica mais aquecida e potencializa a eficiência da capa.

Em geral, os lotes e números que comprovam essa questão devem estar impressos na própria lona, para que não tenha demora para identificação.

Pronto! Agora você já sabe o que fazer para encontrar a capa para piscina mais recomendada para seu espaço e para suas necessidades. Você sabia de todos esses detalhes? Tem outra dica para uma escolha acertada? Comente e participe!

Equipamentos para academia: conheça o tatame de lona CK600®

Ao abrir seu próprio negócio, o planejamento e conhecimento do mercado em que você está entrando é um dos passos mais importantes para garantir o sucesso e o retorno esperado do seu investimento.

Em um mercado em que a concorrência é grande, é preciso pensar em formas de se diferenciar para atrair a preferência dos clientes e garantir o sucesso da sua academia.

Uma das formas de se diferenciar é através dos equipamentos para academia. A forma como você estrutura sua academia, a qualidade dos equipamentos e a variedade dos mesmos serão os fatores diferenciais para o seu negócio se destacar e ter sucesso.

A seguir, você confere como os equipamentos para academia podem fazer toda a diferença no seu negócio.

Qual a importância dos equipamentos para academia

É inevitável ter comparações nesse segmento de mercado. O seu potencial cliente com certeza vai visitar diferentes academias e ver qual delas vai melhor atender as necessidades dele. Um dos pontos de diferenciação está exatamente nos equipamentos para academia que você vai oferecer.

Principalmente em uma academia de luta, os atletas estão preocupados com a qualidade da área de combate para preservarem a sua saúde física, além de garantirem um espaço adequado para que eles possam focar na melhora de suas performances.

Daí a importância em focar no tatame da sua academia de luta como um dos principais equipamentos para academia.

Como montar um tatame?

Ao montar a sua área de luta, um ponto importante é definir o espaço que você vai ter disponível para estruturar o tatame. Como você pode conferir, o tatame é um dos equipamentos para academia que farão toda a diferença na escolha dos seus clientes.

Nesse momento de montagem do tatame, é comum encontrar necessidades específicas, como, por exemplo, adaptar uma área para montar o ringue, já que as medidas estão fora do padrão. Nessas situações, optar pela lona CK600® para a montagem do seu tatame pode ser uma grande vantagem.

Isso porque a lona CK600® dá a liberdade para que você possa fabricar o tatame nas medidas específicas, de acordo com a área que você tem disponível. Além de aproveitar ao máximo o espaço que você tem disponível na sua academia, você ainda garante um tatame de qualidade, com um material confortável, seguro e confiável para a prática de lutas.

Qual a vantagem do tatame de lona CK600®?

Como já dito, a lona CK600® é uma excelente opção de tatame para estruturar os equipamentos para academia devido à qualidade do material, que proporciona segurança e conforto para a prática das lutas pelos atletas.

Além disso, a lona CK600® é confeccionada com uma lona de vinil de PVC dupla face, um material mais resistente que proporciona maior durabilidade para o tatame, principalmente por facilitar a manutenção e limpeza do tatame.

A lona CK600® é fácil de limpar e de manter higienizada. Com uma simples aplicação de álcool em gel ou um sabão neutro com água, você garante um tatame limpo e saudável para os atletas poderem praticar as lutas com segurança.

*Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total, parcial ou divulgação comercial deste conteúdo sem prévia autorização da CIKALA® .

Tela de segurança – conheça as vantagens

Quem tem piscina precisa estar atento às ferramentas, equipamentos e acessórios necessários para a manutenção desse espaço de lazer. Você já ouviu falar na tela de segurança ou capa para proteção de piscina? É provável que sim, mas pode não ter imaginado que ela tivesse tantas utilidades.

Para te ajudar a conhecer melhor esse produto, este post foi elaborado. Nele estão todas as informações e também as vantagens que a tela de segurança pode te proporcionar. Confira!

É confeccionada em PVC

A tela de segurança é um acessório de ótima resistência, isso porque é confeccionada em PVC, com fio em poliéster interno de alta tenacidade.

Isso oferece para a tela de segurança uma alta resistência ao rasgo e também ao esgarçamento. Possui aditivos antifungo, antimofo, anti raios UVA e UVB e anticloro. É um material leve, por isso a tela pode ser facilmente manuseada e instalada em qualquer tipo de piscina.

Pode ser encontrada nos mais variados tamanhos

Não precisa se preocupar com as dimensões da sua piscina. Áreas menores ou maiores podem usufruir dos benefícios da tela de segurança, pois ela é encontrada nos mais diversos tamanhos.

A recomendação é que, na hora de escolher o tamanho da capa, você calcule 0,25 cm a mais para cada lado em relação às dimensões da sua piscina. Assim, a cobertura integral será garantida.

Vem com o kit completo de instalação

A tela de cobertura para piscina vem com um kit completo para facilitar a sua instalação. No kit estão: pino em alumínio, cordas, buchas em polietileno (que são resistentes ao cloro) e ilhoses em PVC (soldados a cada 50 cm na tela).

Para fixar a capa será preciso iniciar o processo passando a corda com pinos. Em seguida, fure o piso a cada metro com uma broca para concreto. Finalmente, coloque as buchas no chão a fim de fixar a capa.

A tela de segurança suporta até 150 kg

Com 500 micras de espessura, a tela de segurança poderá suportar até 150 kg. Isso consiste em uma vantagem importante, pois transforma a tela em uma capa que protege crianças e animais de quedas e possíveis afogamentos.

Não atrapalha a passagem de luz e a circulação do ar

Diferente de uma simples capa, a característica de ser uma tela permite a passagem da luz solar e também a circulação do ar, fatores importantes para que a oxigenação da água seja mantida. Mesmo assim, ela evita que os raios solares proliferem as algas, devido ao aditivo antirraios UVA e UVB.

Funciona como um grande pré-filtro

Quem não utiliza uma tela de segurança sobre a sua piscina deve realizar ações de manutenção com mais frequência, como a peneiração para remover as impurezas que caem na superfície da água. Essas sujidades, se não removidas rapidamente, podem se depositar no fundo da piscina e dificultar sua posterior remoção.

Assim, o uso da tela de segurança protege a piscina ao evitar que folhas, galhos e outros tipos de detritos caiam na água, o que torna a área de lazer mais limpa, atraente e, claro, divertida!

Conhecendo todas essas vantagens da tela de segurança, vale ou não vale muito a pena investir em uma para a sua piscina? Esse item é bem mais útil do que as pessoas geralmente imaginam.

*Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total, parcial ou divulgação comercial deste conteúdo sem prévia autorização da CIKALA.

Quais as diferenças entre as capas para piscina CK300 e CK500?

Quem tem piscina sabe que ela precisa ser bem tratada, mantida sempre limpa para evitar a proliferação de algas, bactérias e outros microrganismos. Uma das formas de proteger a piscina contra sujeiras, como folhas de árvores e insetos, é colocando uma capa sobre ela sempre que ela não estiver sendo usada.

Existem diferentes modelos de capas para piscina. Neste post, você poderá ver as principais diferenças entre as capas CK300 e CK500. Leia e fique mais bem informado!

A capa para piscina CK300

Essa capa é confeccionada em polietileno, é uma lona multiuso 100% impermeável. Também oferece proteção contra raios ultravioletas e propriedades para evitar o mofo, provocado por fungos e bactérias, cuja ação deletéria apodrece o produto.

É uma capa muito resistente e mais leve que lonas de vinil de segurança. É maleável e flexível.

O polietileno é conhecido por sua durabilidade e resistência. A capa CK300 usa o polietileno de alta densidade e de baixa densidade.

Ela vem completa com todos os acessórios necessários à sua instalação: os pinos em alumínio (não enferrujam) e os extensores, um ilhós cada metro. Ela resiste até 130kg com água por baixo da lona.

A capa para piscina CK500

É outra das capas para piscina disponíveis no mercado. Confeccionada em PVC vinílica tipo emborrachada com fio em poliéster 1.000 interno, ela oferece ainda mais resistência que as outras capas. Dessa forma, é uma das capas mais duráveis e com o melhor custo x benefício.

Trata-se de uma super capa que ajuda a economizar no tratamento de água. Ela não permite a passagem da luz, possui proteção contra raios UV e tem aditivos resistentes ao cloro. O resultado é que a capa diminui as chances de a água ficar esverdeada.

A capa CK500, tal como outros tipos de capas em polietileno ou PVC suporta o peso de animais, mas as unhas dos cães podem causar danos ao material por serem muito pontiagudas.

Do mesmo modo que a capa CK300, ela vem com o kit completo, com pinos em alumínio, buchas em PVC de alta densidade, dreno e corda para amarração. Os itens do kit podem ser comprados separadamente. A empresa também oferece, sem custo adicional, a válvula de escoamento caso sua piscina necessite.

Comparando as capas para piscina CK300 e CK500

A primeira, e mais importante, diferença entre as capas para piscina está no nome — ou melhor, no número. A CK300 é confeccionada com 300 micras em polietileno enquanto a CK500 possui 500 micras em vinílica PVC tipo emborrachada.

Micra é uma unidade de medida que equivale ao plural de micrômetro. Cada micrômetro corresponde a 1 milímetro dividido por 1.000, ou seja, uma unidade bem pequena. Para você ter uma ideia, um grão de areia comum possui entre 200 e 500 micra.

Logo, a capa CK300 possui 300 micra de espessura ou 0,3 mm. Já a capa CK500 possui 500 micra de espessura ou 0,5 mm.

No caso da CK300, a lona deve ser fixada com borrachinhas, extensores de borracha ou tiras de câmaras de ar a fim de evitar rasgos ou que os ilhoses se rompam. O ideal é evitar o uso de cordas, abraçadeiras de nylon ou arame para não perder a garantia.

No caso da CK500, a corda deve passada pelos pinos e ilhóses da capa, sendo amarrada no final.

Outras diferenças:

CK300:

  • suporta até 130 kg com água por baixo;
  • presença de extensores;
  • ilhós a cada metro;
  • preço de aquisição mais baixo.

CK CK500:

  • suporta até 300 kg em casos de quedas acidentais;
  • não há extensores, mas existem outros acessórios;
  • ilhós a cada 50 centímetros;
  • mais funcionalidades;
  • preço de aquisição mais alto, mas melhor custo x benefício.

As capas para piscina CK300 e CK500 são ambas úteis e funcionais, apresentando dimensões variadas. O que você deve fazer é escolher a que mais se adapta à sua piscina e ao seu perfil de consumidor! Deixe seu comentário, dizendo qual delas é mais viável para sua piscina!

Como manter a minha piscina aquecida por mais tempo?

Ter piscina em casa é uma vantagem e tanto. Afinal, você pode relaxar e até mesmo se exercitar sempre que quiser, além de receber amigos e familiares para momentos de lazer aos finais de semana e durante as férias.

Mas de nada adianta esse privilégio se, ao pular na água, ela estiver completamente gelada e impossível de ser bem aproveitada. O ideal é encontrar uma temperatura agradável a qualquer hora do dia.

Instalar um aquecedor é a primeira opção para solucionar essa questão. Manter a piscina aquecida por mais tempo, por outro lado, é um desafio. E aqui estão algumas dicas para conseguir fazer isso mais facilmente!

Sempre utilize capa térmica

A capa térmica é um acessório bastante eficiente se sua intenção é garantir uma piscina aquecida por mais tempo. Com a ajuda das bolhas de ar em sua superfície, uma camada de ar se forma e bloqueia o contato entre ambiente externo e água.

Por isso, a temperatura se conserva sempre perfeita para o uso. Para completar, você ainda consegue uma boa economia de energia, já que não precisa ativar o aquecedor a todo momento e gerar também um esforço maior da parte elétrica de sua casa.

É importante apenas avaliar se o tamanho da capa é o mesmo da piscina, para que não sobrem frestas que tornem sua função ineficaz. Tire as medidas certas com a ajuda de um profissional, caso seja necessário, e sempre escolha uma capa de material bastante resistente para enfrentar as ações do tempo.

Não sobrecarregue o aquecedor

Equipamentos para manter a piscina aquecida precisam de cuidados especiais. Em primeiro lugar, é fundamental manter o termostato programado corretamente, em uma temperatura de, no máximo, 28°C, apropriada para piscinas residenciais.

Também é indispensável programar corretamente para que o aquecedor permaneça sempre em atividade. Se ele for desligado, a água ficará mais fria mesmo com o uso da capa, e depois levará um tempo para ser aquecida novamente ao religar o aparelho.

Por fim, não se esqueça de realizar manutenções periódicas para conferir se o funcionamento está em dia. Assim, você não corre o risco de ter uma surpresa desagradável ao pular na piscina e tem tempo suficiente de realizar alguma troca, conserto ou aquisição para garantir uma água quentinha.

Impermeabilize sua piscina aquecida

A impermeabilização não é obrigatória, mas ajuda a conservar a piscina aquecida. Através desse procedimento, você impede o surgimento de infiltrações e rachaduras, que interferem na temperatura e também na qualidade da água, que se suja mais facilmente e se torna uma fonte de fungos e algas.

Existem diversas maneiras de aplicar esse processo, como argamassas poliméricas e mantas asfálticas, mas é essencial verificar se a escolhida está de acordo com as normas de regulamentação. Não se esqueça de consultar uma empresa de confiança para mais segurança nesse investimento.

E então, gostou dessas dicas para manter sua piscina sempre aquecida e aproveitá-la bastante até em dias mais frescos? Se sim, não deixe de curtir nossa página no Facebook para acessar outros conteúdos tão interessantes quanto esse, além de acompanhar nossas últimas novidades.

*Conforme a Lei 9.610/98, é proibida a reprodução total, parcial ou divulgação comercial deste conteúdo sem prévia autorização da CIKALA® .

Crie um novo site no WordPress.com
Comece agora