Quando pensamos em pisos, sabemos que o mercado oferece uma grande variedade deles, que vão desde cerâmicas até os pisos emborrachados. Pensando nisso, vamos apresentar a vocês duas opções: o piso emborrachado e o piso vinílico para que você consiga diferenciá-los e saber qual será a sua melhor escolha.

De qual material é feito o piso emborrachado?

Como o próprio nome já diz, os pisos emborrachados são feitos de borracha, geralmente, de pneus reciclados, ou seja, utiliza materiais renováveis, oferecendo menor risco para o meio ambiente.

Vantagens do piso de borracha

Ao escolher o piso emborrachado, você estará optando por segurança, pois ele é antiderrapante, tornando a superfície mais firme e segura. Por ser de borracha, ele amortece os impactos e é um excelente isolante acústico. Também podemos citar a facilidade que é para esse material ser instalado e vale lembrar, que além de todas as vantagens citadas acima, o piso de borracha é economicamente vantajoso, já que é uma das opções mais em conta disponível no mercado.

Onde instalar

É um excelente material para ser instalado em áreas de grande circulação de pessoas, principalmente por sua resistência. Os mais comuns são: o piso moeda e o piso grão de arroz. O piso moeda pode ser instalado em metrôs, academias, escolas, até mesmo playground. Já o piso grão de arroz, normalmente é usado em áreas que costumam molhar e pode ocorrer algum acidente, como por exemplo, rampas e escadas.

De qual material é feito o Piso Vinílico

Diferente do que muita gente pensa, o piso emborrachado é diferente do piso vinílico. A começar pelo material, já que o piso vinílico é feito de PVC e também com plásticos reciclados.

Vantagens

Com preço bem acessível, pode ser uma boa opção para quem quer dar uma repaginada em um ambiente. Ele é flexível, o que faz com que ele seja resistente a impactos, é antialérgico, reduz ruídos do ambiente, além de oferecer conforto térmico. Fácil de limpar e ser instalado.

Onde instalar

O piso vinílico é mais recomendado para lugares internos e secos, ou seja, não é recomendada a instalação em lugares com grande circulação de pessoas ou com muita umidade, porque embora sejam muito resistentes, não tem a resistência adequada para esse tipo de ambiente.

Agora que você já foi apresentado aos dois modelos, resta saber qual o local você deseja instalar e assim, decidir qual a melhor opção.