No texto de hoje, mostraremos como escolher a melhor capa para piscina, qual é o tamanho ideal, como é realizada a instalação e de que maneira deve ser feita a manutenção para que o produto apresente maior durabilidade.

Trata-se de um manual completo sobre capas, que orientará o dono e usuário de piscina sobre o assunto, revelando que a capa não é somente um acessório sem muita importância, mas protege a água contra impurezas, reduz a evaporação, conserva a temperatura ideal e otimiza a segurança.

capa para piscina

Existem diferentes tipos de capas e sua escolha depende de sua finalidade. É preciso analisar qual material se ajustará melhor à sua piscina, levando em conta as dimensões dela.

Os micra são unidades de medidas usadas para se referir à espessura do produto. Equivalem à milionésima parte de um metro. Vejamos os tipos de capas:

A tela CK

A tela CK é um produto permeável, ou seja, permite a passagem da água. Assim, caso a piscina seja provida de uma cascata, ela pode permanecer ligada, pois a água que jorra será “filtrada” para dentro da piscina.

Embora algumas pessoas considerem que a tela não é uma boa opção porque não protege, ela impede a entrada de folhas, de pedrinhas, de insetos e até de areia. Ela só não impede a passagem de terra vermelha fina e de poeira, que são comuns na zona rural do país.

A tela também melhora a segurança caso existam crianças e animais domésticos na casa, já que pode aguentar até 150 kg. Já é uma ótima alternativa para se prevenir contra acidentes dentro da água, muitos dos quais podem ser fatais.

A tela CK oferece durabilidade média de 3 a 5 anos.

Resumindo: a tela é aplicada para evitar sujeira e permite a passagem da água.

A lona CK

A lona CK, ao contrário da tela, é à prova d’água, ou seja, é um produto impermeável. Ela também apresenta válvula de dreno que realiza o escoamento da água, retém todo tipo de sujeira e aguenta muito peso.

Há as lonas de PVC, que são capas de segurança usadas para evitar acidentes. Há ainda as capas mais leves de polietileno, cuja finalidade básica é a proteção da água.

Outras funções da lona CK são:

  • Ajudam a economizar produtos químicos, pois mantêm o tratamento por um período mais longo;
  • Evitam a proliferação de algas, que costumam deixar a água esverdeada;
  • Reduzem a evaporação da água.

Em relação a durabilidade, a lona CK300 tem vida útil estimada em 3 anos enquanto a CK500 tem durabilidade que varia entre 3 a 5 anos.

São produtos vendidos juntamente com pinos, cordas, buchas, elásticos e dreno.

Resumindo: a lona não permite a passagem de água, melhora a segurança dos usuários do imóvel, contribui para economizar gastos e trabalho com tratamento químico e mantém a água cristalina por um período maior.

A capa térmica

Outro tipo de cobertura para piscinas é a capa térmica. Trata-se de uma manta cuja destinação é manter e intensificar a temperatura da água de uma piscina aquecida/climatizada, podendo aumentar essa temperatura em até 8º C, caso a pessoa não conte com algum sistema de aquecimento.

De qualquer modo, conservando e intensificando o calor da água, a capa térmica contribui para economizar, usando menos os aquecedores.

Apesar de também ajudar na manutenção da limpeza, ela não apresenta a mesma eficácia que a tela e a lona quando se trata de folhas.

Resumindo: a capa térmica conserva a água quente por mais tempo.

2. O tamanho ideal

O tamanho da capa é outro ponto importante que você deve considerar antes de comprar. É preciso saber as dimensões corretas da piscina para adquirir o produto no tamanho mais adequado. Lembre que esse dimensionamento deve levar em conta também as bordas da piscina, pois a capa não ficará flutuando sobre a água.

Recomenda-se colocar 50 centímetros a mais em relação a cada borda. Assim, uma piscina que tenha formato retangular e dimensões 5m x 4m requer uma capa com dimensões 5,5m x 4,5m.

Caso você não encontre a capa nas dimensões desejadas, poderá fazer o pedido sob medida. Existem empresas que confeccionam sob encomenda, assim você não perde material, nem tem mais trabalho, fazendo recortes e ajustes no tamanho da capa comprada.

O mesmo acontece se a piscina tiver um formato circular. Caso ela apresente 3 metros de diâmetro, você pode acrescentar mais 25 ou 50 centímetros nessa dimensão, ou seja, 3,25m de diâmetro ou 3,5m de diâmetro.

Formatos muito irregulares e grandes podem requerer uma cobertura mais personalizada ou a aquisição de capas com diferentes dimensões. Outra opção é comprar a capa no formato retangular ou quadrado, desconsiderando as irregularidades do formato e cobrindo-a como se fosse um retângulo ou quadrado.

3. Instalação

A instalação é outro ponto a considerar quando falamos em capas para piscina. Uma instalação mal executada pode comprometer a funcionalidade e a durabilidade do produto.

tela de segurança para piscina

As capas de polietileno, por exemplo, se forem manuseadas de modo incorreto estão sujeitas a danos que afetarão seu desempenho como isolante térmico.

Vamos explicar aqui como é feita a instalação da CK300 e da CK500.

CK300

A CK300 é fácil de instalar. O manual de instalação acompanha o produto. A capa deve ser fixada com borrachinhas, extensores de borracha ou tiras de câmara de ar para evitar que os ilhoses se soltem ou se rasguem. Ela deve balançar para evitar a pressão da água ou do vento. Ela precisa de caída para a água a fim de não acumular muito peso sobre ela.

O extensor é conectado diretamente no ilhós e no furo. Os ilhoses se dispõem a cada metro.

Para manter a garantia do produto, o ideal é não usar abraçadeiras de nylon, cordas ou arames. No caso de os extensores perderem resistência, convém substituir imediatamente por outros fixadores.

CK500

A instalação da CK500 é feita com uma reta entre os ilhoses pois ela é mais pesada que a CK300. Não esqueça que são capas diferentes e exigem instalação específica para cada uma.

A capa deve ser posicionada sobre a piscina para efetuar as marcações. Os furos devem ser feitos a cada 1 metro e devem ficar aproximadamente a uma distância de 25 cm em relação à borda da piscina. Os ilhoses, por sua vez, ficam em uma distância de 50 centímetros um do outro.

Primeiro, é preciso furar o chão com um tipo de broca (ponta de vídea, tamanho 6) para fazer as marcações. Depois, deve ser usada a broca tamanho 10 para finalizar.

A bucha de PVC deve ser inserida no furo e, em seguida, devem ser colocados os pinos de alumínio.

Você deve passar a corda pelos pinos e ilhoses da capa, traçando-a. Depois, amarre-a à corda.

4. Durabilidade

As capas têm uma durabilidade média que vai de 2 a 4 anos. A CK300 exibe muita resistência, suportando até 130 kg com água por baixo. A capa de segurança CK500, confeccionada em vinil PVC, pode suportar até 300 kg em caso de acidentes.

A durabilidade também depende da manutenção diária, ou seja, se são tomados os cuidados necessários para garantir que sua vida útil seja respeitada.

Uma das medidas de prevenção é enrolar e desenrolar a capa de acordo com as recomendações dos especialistas. O ideal é remover a capa usando um enrolador, pois facilita o processo e evita riscos de danos ao produto.

É importante lembrar que a garantia de um ano só cobre defeitos de fabricação, não cobrindo mau uso, erros no armazenamento ou na instalação.

5. Manutenção ideal

Toda capa precisa de manutenção adequada. Não é difícil conservar uma capa ou lona de piscina, mas é necessário tomar certos cuidados.

Já falamos no uso do enrolador para evitar riscos. O enrolador ou recolhedor é um equipamento que serve para retirar e para colocar a capa sobre a piscina. Ele ajuda a evitar dobras e rasgos, podendo ser usado em piscinas de qualquer formato. É produzido em aço inox, tubo de alumínio tratado, plástico com tratamento antirradiação (raios ultravioletas do sol) e resistente ao cloro e a outros produtos químicos.

Também se recomenda a lavagem a cada 2 meses, usando somente água, sabão neutro e pano macio para remover algas e fungos caso eles existam. Evite aplicar solventes, como aguarrás, removedor ou querosene. Não é aconselhável ainda utilizar palha de aço, buchas abrasivas ou produtos como “Veja”.

O armazenamento deve ser feito em local sombreado, distante de fontes de calor, principalmente se a capa for térmica. Uma capa térmica pode sofrer superaquecimento se ficar mesmo pouco tempo sob a ação solar.

Antes de guardar a capa, é preciso secá-la e limpá-la, evitando deixar pedrinhas, detritos e outras impurezas sobre ela.

Não se deve arrastar o produto, pois esse procedimento pode causar fissuras. Unhas de animais e materiais pontiagudos também podem rasgá-lo, bem como correr e pular sobre ele.

Muitas coberturas de piscina, apesar de resistentes à ação dos produtos químicos, podem ter sua vida útil reduzida devido à aplicação excessiva de cloro. Por isso, convém utilizar um clorador flutuante que distribui o cloro na água na dosagem certa.

No caso das capas térmicas, o lado das bolhas é o que deve ficar em contato com a água enquanto o lado liso deve ficar voltado para cima. Deve-se evitar o atrito das bolhas com as bordas da piscina.

Quando a capa tiver alcançado o período estimado de sua vida útil, você já deve ficar alerta, pois talvez esteja na hora de trocar. De qualquer modo, espere ele apresentar indícios, como furos e rasgos.

A partir do momento em que o produto tiver sua funcionalidade comprometida, você deve pensar em providenciar uma capa nova. Não faça remendos, nem ajustes por conta própria no material, a fim de tentar estender seu aproveitamento. Pode valer muito mais a pena adquirir um acessório novo, sem correr os riscos de comprometer seu uso.

Faça de tudo para manter a capa por toda sua vida útil, tomando todos os cuidados necessários. Mas, diante de evidentes sinais de deterioração, a melhor alternativa é comprar uma nova.

Fique atento a esses sinais:

  • Furos na extensão da capa, mesmo que sejam pequenos, já indicam desgaste e a tendência é que aumentem em quantidade (no caso da capa térmica, um simples furo já pode interferir em sua funcionalidade);
  • Rasgos nas bordas, apesar de que alguns podem ser relevados;
  • Excessiva fragilidade, pois no final de sua vida útil, as capas podem se tornar muito vulneráveis a puxões, podendo se rasgar em duas com facilidade;
  • Bolhas vazias e rompidas no caso de capas térmicas (em algumas situações, o plástico da bolha se solta e cai dentro da água).

As bolhas vazadas prejudicam a capacidade da cobertura de reter o calor da água, mas ainda protegem contra algumas sujeiras, embora não ofereçam segurança contra acidentes.

Conclusão

Como ficou claro, existem tipos específicos de capa que devem ser usados em situações específicas: proteção contra sujeira; segurança dos moradores; conservação do calor; mantém o tratamento químico por um período mais logo; redução no nível de evaporação da água.

Em relação à instalação, é importante seguir à risca o que recomenda o manual para evitar danos ao produto e a perda da garantia.

A durabilidade de uma capa pode se estender até por 4 anos ou mais, dependendo da manutenção adequada. Não há segredos em relação aos cuidados que devem ser tomados: lavar a cada 2 meses com água e sabão neutro; armazená-la em lugar com sombra; não permitir que as crianças utilizem a capa como brinquedo; não aplicar solventes, nem usar outros produtos específicos.

A capa é um acessório da máxima importância para manter sua piscina higienizada, com água cristalina e livre de bactérias, algas, fungos e vírus diversos, que provocam problemas de saúde.